Economia em tempos de crise: Comece a economizar na cozinha

Diminuir o desperdício pode ser um bom começo para equilibrar as contas do mês.

Compre com organização
Compre com planejamento para economizar na cozinha

O crescimento do número de famílias em insegurança alimentar e o aumento dos preços do supermercado é comum notar a mudança da rotina das casas brasileiras. Economizar na cozinha passou a ser obrigação no dia a dia.

Reduzir as contas diárias tem sido um desafio diário. Desde 2020 muitas famílias brasileiras não têm acesso à regularidade de comida em casa. Logo, a qualidade da dieta regular também sofreu redução.

Evitar desperdício na cozinha é um dos desafios das famílias brasileiras

Dessa maneira, aproveitar melhor os alimentos, pode ajudar no consumo otimizado das famílias brasileiras. Planejar as compras, organizar o cardápio, ter cuidado com a armazenação pode ajudar na economia doméstica.

Dessa forma, antes de fazer alguma compra é sempre importante saber, exatamente, o que você tem na sua despensa, ou o que porventura pode estar congelado. Muitas vezes, o desperdício acontece por perdermos o prazo de consumo de algum alimento.

Por isso, o mal armazenamento também é um grande vilão do desperdício. Alguns alimentos como feijão, você deve manter congelado, depois de cozido. Como o gás também é um item que sofreu aumento, cozinhar grandes quantidades pode ser um bom negócio.

Outrossim, fique atento, que alimentos mais duros, por exemplo, podem ficar de molho, de um dia para o outro, e assim facilitar o cozimento. Usar panela de pressão, com cuidado, também garante uma economia de tempo de desperdício de gás.

Não jogue nada fora. Economizar na cozinha é a chave!

Faça uma sopa com alimentos que sobraram
Para economizar na cozinha, aprenda a reutilizar os alimentos

Enfim, não jogue fora nenhum alimento. Um arroz antigo pode virar um bolinho. Prepare um bom tutu com o feijão do dia anterior. Pequenos pedaços de carne, frango ou linguiça podem ser misturados a um novo arroz e assim vira um arroz carreteiro.

Da mesma forma, para economizar na cozinha, não tempere as saladas antes de ir à mesa, caso não seja totalmente consumida, pode ser armazenada, e quem sabe virar uma boa sopa na refeição noturna. E não se pode deixar de lado, o conhecido mexido. Misture tudo o que sobrou tempere e tenha um bom mexidão.

Alguns cursos de economia doméstica estão incentivando o consumo total de alimentos, ou seja, aproveitar integralmente frutas, verduras e legumes. Muitas vitaminas, minerais e fibras estão nas partes desperdiçadas.

Portanto, use também, cascas de frutas como goiaba, laranja e mamão podem virar doces bem gostosos. As de abacaxi e de maçã viram sucos bem saborosos. Incorpore talos de agrião, brócolis e couve em sopas, farofas e compor novos pratos.

Assim, folhas de abóbora, beterraba, cenoura e couve-flor podem fazer bons refogados ou charutos recheados

Aprenda a usar restos de alimentos em outras funções e possibilidades na sua casa

Tenha uma horta para economizar na cozinha
Faça uma composteira e tenha uma horta em casa

Já ouviu falar que alguns alimentos podem ser utilizados para adubo? Você pode iniciar uma pequena hora na sua casa. Diversos vídeos ensinam a fazer uma horta vertical, por exemplo, caso você more em apartamento. Busque na internet e veja qual a melhor solução para sua casa.

Faça bons repelentes naturais com casca de laranja e limão. Igualmente, alguns chás e produtos de beleza também podem ser desenvolvidos a partir de alimentos que seriam descartados.

Por fim, busque informações, cursos e receitas para otimizar melhor os alimentos. A economia doméstica, muitas vezes, está em pequenos desperdícios que passam despercebidos ao longo do dia.


Confira também

CARTÃO BMG CARD
A menor taxa de juros, sem anuidade
e possui diversas vantagens!
CARTÃO NEON
Cartão de Crédito sem anuidade
e conta digital GRÁTIS!
CARTÃO PICPAY
Zero anuidade e limite
pré-aprovado a partir de R$ 400.

Você sabe como são feitas as pesquisas eleitorais de intenção de voto?

Feira mais cara e alimentação menos balanceada.