Eleições 2022 será decidida em segundo turno

Todos os brasileiros voltarão às urnas no dia 30 de outubro. Presidenciáveis voltam às campanhas eleitorais.

TSE estimula votos
Logotipo do TSE das Eleições 2022

As eleições 2022 ainda não foram finalizadas. O segundo turno será obrigatório para todos os brasileiros aptos a votar. Alguns estados deverão escolher, também, os governadores.

O Ex-presidente Lula ficou à frente com 48,43%, enquanto o atual presidente alcançou apenas 43,20% dos votos válidos. Logo, no dia 7 de outubro, se iniciam, novamente, o horário eleitoral gratuito.

Confira o resultado do primeiro turno das eleições 2022

Urna Eletrônica brasileira
Acompanhe os números da Eleição 2022

No dia 2 de outubro a eleição levou milhões de eleitores às ruas. Não apenas no Brasil, mas brasileiros espalhados em diversos países também puderam votar. Eleitores fora do domicílio eleitoral, dentro do país, da mesma forma, foram às urnas.

123.682.372 é o número exato de votos registrados. Desses, quase 119 milhões são considerados votos válidos. O número de abstenções cresceu e a quantidade de brancos e nulos diminuíram. Dados em relação à última eleição para presidente.

Portanto, dos 11 candidatos a presidente. Dois seguem para o segundo turno. O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, do PT e o atual presidente, que concorre á reeleição, Jair Messias Bolsonaro, do PL. Lula ficou à frente com pouco mais de 6 milhões de votos válidos.

No entanto, Simone Tebet, do MDB, e Ciro Gomes, do PDT, ocuparam terceiro e quarto lugar, respectivamente. Os dois, somados alcançaram apenas pouco mais de 7% dos votos válidos.

Segundo turno dos presidenciáveis será marcado por acusações entre os dois candidatos

Dúvidas sobre seu candidato?
É importante conhecer o seu candidato. Pesquise, debata, escolha com consciência.

Com uma eleição considerada muito polarizada. Partidos de esquerda e partidos de extrema direita lutam pelos votos dos brasileiros. As campanhas eleitorais, ao menos dos dois principais candidatos, estiveram cercadas de acusações e defesas.

Assim sendo, para o segundo turno, os presidenciáveis terão 27 dias de campanha em redes de televisão, rádio e internet. Especialistas apostam em campanhas cercadas por novas acusações, mas agora, todas apoiadas na chamada “guerra santa”.

O primeiro passo dos candidatos, antes de começar as campanhas públicas, foi buscar apoio. Seja de candidatos já eleitos, como governadores dos estados, seja de personalidades políticas.

Para tal, a expectativa, fica no entorno da escolha dos candidatos não eleitos a presidente. Entende-se que os eleitores que apoiarem os candidatos não eleitos possam transferir os votos para um dos dois candidatos.

Lula ou Bolsonaro: Eleitores voltam às urnas no dia 30 de outubro.

Com isso, programas de Televisão fazem análises diárias às falas e campanhas dos presidenciáveis. Outro ponto que se chamou atenção na Eleição 2022 foi a grande diferença apresentada nas pesquisas de intenção de voto, dos institutos de pesquisa.

Dessa forma, com o retorno da busca por votos válidos, os candidatos voltam às ruas em busca de conversão de novos votos. Lula precisa de novos apoios para ter uma tranquilidade na diferença com seu adversário. Já Bolsonaro, precisa buscar novos eleitores para fazer a chamada virada de votos.

No dia 30 de outubro, eleitores voltarão às urnas para decidir qual candidato é merecedor do voto. Para a população, o voto é uma garantia de democracia. Logo, é importante o voto consciente.

Por fim, conheça o plano de governo do seu candidato. Entenda qual proposta é mais adequada às suas aspirações. Saúde, educação, cultura, emprego e segurança são os principais pontos a serem observados no plano de governo.

Dessa forma, não se esqueça: Voto é mais que obrigação é um direito do cidadão.

 


Confira também

CARTÃO MAGALU
2% de cashback
Zero Anuidade
CARTÃO BANCO PAN
É de graça! Faça seu cartão de
crédito e débito do Banco Pan.
CARTÃO ITAÚ CLICK
Sem anuidade pra sempre
e limite de até 10 mil reais!

5 motivos para comprar uma assistente virtual: e ficar dependente dela

Federal, Municipal e Estadual: Conheça qual a responsabilidade de cada governo