Bancos digitais e bancos físicos: diferenças e benefícios

bancos digitais e bancos físicos
Imagem: Canva

Os bancos são instituições financeiras que oferecem serviços como abertura de contas, cartões de crédito, empréstimos, investimentos, pagamentos, entre outros. 

No entanto, existem diferentes tipos de bancos, que se diferenciam principalmente pelo modo de atuação: os bancos digitais e os bancos físicos. 

Por isso, neste artigo, vamos explicar quais são as principais diferenças e benefícios de cada um, para que você possa escolher o que melhor se adapta às suas necessidades.

Bancos digitais

Os bancos digitais são aqueles que operam exclusivamente pela internet, sem possuir agências ou caixas eletrônicos próprios. Eles oferecem praticamente os mesmos serviços dos bancos tradicionais, mas com algumas vantagens, como:

  • Menor burocracia: para abrir uma conta em um banco digital, basta ter um documento em mãos e seguir alguns passos pelo aplicativo ou pelo site. Não é necessário ir até uma agência ou enviar documentos impressos.
  • Menor custo: os bancos digitais costumam cobrar menos taxas e tarifas dos seus clientes, pois têm menos despesas operacionais. Alguns deles oferecem serviços gratuitos, como manutenção de conta, transferências e saques.
  • Maior conveniência: os bancos digitais permitem que os clientes resolvam todas as suas questões pelo aplicativo ou pelo site, sem precisar sair de casa ou enfrentar filas. Além disso, o atendimento online costuma ser mais rápido e eficiente do que o presencial.
  • Maior rentabilidade: os bancos digitais costumam oferecer melhores opções de investimentos do que os bancos tradicionais, com taxas de retorno mais atrativas e diversificadas. Alguns deles também oferecem cashback, que é a devolução de parte do dinheiro gasto em compras.

Agências físicas

Os bancos físicos são aqueles que possuem agências e caixas eletrônicos espalhados pelo país, onde os clientes podem realizar operações presencialmente ou por meio de terminais. Eles também oferecem serviços pela internet e pelos aplicativos, mas com algumas limitações. Eles apresentam algumas vantagens, como:

  • Maior confiabilidade: os bancos físicos são mais conhecidos e consolidados no mercado financeiro, o que pode gerar mais segurança e confiança para os clientes. Além disso, eles possuem mais regulamentação e fiscalização do que os bancos digitais.
  • Maior estabilidade: os bancos físicos têm mais recursos e reservas para enfrentar crises econômicas ou situações adversas, o que pode garantir mais solidez e continuidade dos serviços prestados aos clientes.
  • Maior variedade: os bancos físicos oferecem uma gama maior de serviços e produtos do que os bancos digitais, atendendo a diferentes perfis e necessidades dos clientes. Alguns exemplos são seguros, consórcios, previdência privada, entre outros.
  • Maior relacionamento: os bancos físicos permitem que os clientes tenham um contato mais próximo e personalizado com os gerentes e funcionários das agências, o que pode facilitar a negociação de condições especiais, a solução de problemas ou a obtenção de orientações.

Como vimos, os bancos digitais e os bancos físicos têm suas diferenças e benefícios, e não há uma resposta definitiva sobre qual é o melhor. Tudo vai depender das preferências e necessidades de cada cliente. 

Por isso, é importante pesquisar e comparar as opções disponíveis no mercado, levando em conta fatores como custo, conveniência, rentabilidade, confiabilidade, estabilidade, variedade e relacionamento.

 


Última atualização: 5 de setembro de 2023

Recomendamos:

Confira também

CARTÃO BMG CARD
A menor taxa de juros, sem anuidade
e possui diversas vantagens!
CARTÃO MAGALU
2% de cashback
Zero Anuidade
CARTÃO PICPAY
Zero anuidade e limite
pré-aprovado a partir de R$ 400.
CARTÃO SUPERDIGITAL
Passa no crédito,
mas debita na hora.